No passado dia 23 de Fevereiro de 2011, recebemos na nossa escola o biólogo e consultor João Pedro Neves da Bioescala, Lda., uma empresa de consultoria na área do ambiente, com sede em Aveiro. A par da caracterização e monitorização de impactos ambientais, este biólogo realiza projectos de educação ambiental para autarquias, empresas e estabelecimentos de ensino.

A iniciativa desta empresa está estruturada para desafiar os alunos a fazerem uma avaliação da riqueza específica dos espaços verdes do estabelecimento de ensino ou circundantes, através da colocação de comedouros para aves em locais de fácil observação e de caixas-ninho. O uso de materiais reutilizados permite a exploração de vários temas complementares à conservação da natureza.

Foi com o objectivo de diversificar as actividades que este biólogo veio à nossa escola a convite da D.Marina, uma bióloga residente na localidade de Atalaia do Campo e que se tem dedicado de corpo e alma a dar apoio a este estabelecimento de ensino, ao nível do desenvolvimento do projecto "À Descoberta das 4 Cidades" e de outros relacionados com a Biologia.

Os alunos aderiram com grande entusiasmo às actividades desenvolvidas ao longo da manhã, construindo caixas-ninho para serem colocadas nas árvores do pátio da escola, bem como comedouros que eles próprios aprenderam a fazer, reutilizando o pacote de leite consumido nesse dia no intervalo da manhã.

A colocação das caixas-ninho nas oliveiras da escola foi feita no final da semana, bem como alguns dos comedouros que os alunos aprenderam a fazer.

Esperemos que os momentos de observação das aves em alimentação permitam uma identificação de espécies, mas também uma estimativa da sua abundância. A construção de caixas-ninho adaptadas a algumas espécies foram escolhidas pelos alunos, em função da possibilidade de elas virem a nidificar no nosso estabelecimento de ensino. 

Esta foi uma actividade que irá ficar para sempre na memória de todos os alunos. Querem ver como tudo se passou?

Ora espreitem...

 

publicado por EB1 Atalaias - profª. Filomena Afonso às 20:23